home Destaques, Passos na fé A força que brota da oração diária

A força que brota da oração diária

A força que brota da oração diária

SÉRIE: Oração Pessoal
A força que brota da oração diária

“Para mim a oração é um impulso do coração, um simples olhar para o Céu, um grito de gratidão e amor no meio da provação como no meio da alegria”. (Santa Teresinha)

 

Por que iniciar a caminhada de amadurecimento como Cristão meditando sobre oração diária?

Como cristãos, temos cada vez mais desafios no mundo de hoje, um dos principais desafios é perseverar para transformar o fogo de paixão que acontece quando temos um encontro com Deus em uma brasa que não se apague facilmente em meio a tais desafios necessariamente inerentes ao caminho do Cristão genuíno, como viver de forma a viabilizar essa brasa?

Em nosso caminho espiritual Jesus nos convida a ir além; pede-nos amadurecimento e compromisso, deixar-nos envolver pelo amor dele e viver a radicalidade do evangelho, não como teoria - como palavra guardada em livro não lido - mas como realidade! Isso deve acontecer para que cada um tenha o evangelho como estrada de experiência, como conhecimento adquirido no seu uso nas decisões, como resposta para as perguntas do dia a dia, ou seja, como norte no caminhar de nossa vida.

Como posso, então, aceitar esse convite, lutar para viver o que o Senhor me pede, se não falo com Jesus? Se eu cometo o absurdo de não guardar um momento do meu dia para conversar com Ele, suplicar, pedir, interceder, agradecer e louvar?

Se ainda não tenho como rotina diária disciplinada um momento em meu dia em que fico a sós com o Senhor, não cometo somente um absurdo diante da realidade na qual tanto já bebi de Cristo e não tenho sede de experimentar mais Dele no dia a dia, mas coloco em seríssimo risco a salvação da minha alma e das almas das pessoas com quem convivo.

Ao agir dessa forma, coloco em risco a vida dos meus “próximos”, afinal quando Jesus diz: “Ama ao próximo como a ti mesmo” (Mt 22:39) quem você entende como próximo? Ora, o próximo é aquele que está próximo, os familiares, os membros da comunidade/paróquia, os colegas de trabalho, os mendigos que vejo na rua no caminho de casa, etc.; São eles que dependem das minhas atitudes, palavras e olhares, mas se não oro, como saber quais são as atitudes que devo tomar em relação a minha vida e a influência que tenho na vida do próximo?

Por isso falamos de oração diária, ela é a base necessária para qualquer tentativa de crescimento espiritual, pois não podemos falar de coisas grandes se ainda temos infidelidades nas pequenas, vamos fortalecer primeiro os alicerces para depois construir sobre base sólida.

Aqui se inicia o convite a uma caminhada na qual iremos contemplar alguns simples aspectos para iniciar ou fortalecer sua vida espiritual através de uma oração pessoal mais frequente, mais constante e mais profunda. Vamos juntos? Então busquemos refletir como tem sido nossa oração pessoal e como podemos deixa-la ainda melhor. E ,Ore!

 

Ricardo Erzinger

Consagrado da Comunidade Vale de Saron

Acesse nosso Facebook e fique por dentro de todas as novidades da comunidade:
facebook.com/comunidadevaledesaron

Artigos Relacionados

3 comentários em “A força que brota da oração diária

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *