home Destaques, Formação O Feminismo está Destruindo as Mulheres

O Feminismo está Destruindo as Mulheres

O feminismo está destruindo as mulheres

“Quando você consegue destruir a imagem da mulher, você consegue destruir a família inteira” (Pe. Paulo Ricardo)

Esse feminismo que passou de luta pelos direitos das mulheres para a revolução sexual e do aborto

Para começar, devemos pensar, qual é o “tipo” de mulher que pode fazer parte deste movimento? No meu ver, mulheres como nós cristãs não são bem vistas dentro desse movimento. Espera aí! Se você é cristã e se diz feminista tem alguma coisa muito errada.

O feminismo hoje só vem pregando cada vez mais a desconstrução da feminilidade, nem sequer dar uma opinião você pode. Essas que dizem “lutar” pelos direitos das mulheres na realidade estão querendo é lhe “enfiar” goela abaixo que se homens podem sair sem camisa você também pode, que se você quer constituir uma família você é fraca e já se deixou dominar pelo macho opressor, e se você disser que quer lutar contra homens que violentam suas esposas, tudo bem! mas você não pode ser casada, não pode gostar de se arrumar, não pode isso e não pode aquilo.

Então espera aí! Como que eu vou acreditar em um movimento que diz que luta pelos meus direitos, mas desde que eu pareça com um homem? olha o tamanho da incoerência. Se um homem me chamar de “gostosa” na rua ele é machista e um estuprador em potencial, mas eu sair com todo o meu corpo a mostra é sinal de empoderamento?

“Não nego que mulheres foram injuriadas e até torturadas, mas duvido que algum dia tenham sido torturadas mais do que são agora pelo absurdo propósito da modernidade de torná-las a um só tempo imperatrizes do lar e funcionarias competentes”. (G.K. Chesterton)

Lembram quando surgiu o termo “bela, recatada e do lar”? Quantas e quantas mulheres foram e são totalmente hostilizadas por preferirem ser do lar, ou por não ser extravagante, por não gostar de chamar a atenção. Isso virou crime. Para você ser considerada independente você precisa dizer várias coisas decoradas, mas o que ninguém conta que por trás de uma menina gritando na rua com seu corpo exposto, existe um macho, opressor, patriarcal que paga todas as suas contas.

Então, quantas meninas estão entrando nessa onda, achando que realmente é para ajudar as mulheres? Quantas meninas estão sendo enganadas, e que na primeira situação em que precisam das suas “irmãs” são jogadas na sarjeta. (Procurem a história da Sara Winter).

Calma! Isso não quer dizer que eu ache que seja correto chamar as mulheres de qualquer coisa que ofenda a dignidade, que merecem apanhar ou serem abusadas, mas preste atenção no que elas dizem, falam que estão lutando pelos nossos direitos.

Quais direitos?

  • De sair pelada na rua?
  • De não poder ter filhos, e quantos eu quiser?
  • De não poder ter um marido?
  • De não poder me cuidar, me arrumar?
  • De ter uma sexualidade desregrada?
  • De fazer aborto e me tornar assassina?
  • De não poder acreditar em Deus?
  • De colocar em mim mordaças, para que eu não possa falar o que eu penso, se isso for o contrário do que elas pregam?

NÃO! OBRIGADA

“Ela me chamou de 'Amélia' e disse que meu comportamento era um retrocesso para todas as mulheres. Que feministas de verdade devem se impor e jamais podem dar qualquer tipo de luxo aos seus parceiros.” (Sara Winter)

Esse relato acima tirado do livro da Sara aconteceu em uma situação muito simples onde ela tinha uma namorado e ela só gostava de cozinhar e deixar a casa arrumada, apenas pelo fato dela estar feliz e querendo ter um cuidado com alguém que ela amava. Com isso chamaram ela até de traidora.

Com isso o que podemos deduzir? que para as feministas é ótimo ter uma mulher lá, desde que ela tenha todas as descrições que eu coloquei acima.

“Para lutar pelas mulheres, para aderir a tal “sororidade” temos que nos submeter a um código moral de conduta.” (Sara Winter)

As mulheres perderam a noção da grandiosidade que são diante dos olhos de Deus, pois saem acreditando no que feministas dizem a quatro ventos: Você precisa ser independente, filhos são atrasos para a vida, homem nenhum presta. Elas só não gritam que para ser feminista não pode ser mulher porque elas precisam primeiro fisgar o peixe, aí quando você já está lá dentro destruída, elas te obrigam a ter um relacionamento entre elas mesmas, se isso não é uma deturpação do ser mulher, e uma falta de vergonha na cara, eu não sei o que é.

Feministas estão acabando com você, dizendo que você não pode acreditar em Deus, que a religião judaico-cristã é machista, que a bíblia sempre desmereceu a mulher. E muitas outras coisas para apenas dizer que você é obrigada a usar drogas, é obrigada a sair nas ruas mostrando seu corpo. Tudo para ao invés de te valorizar, fazer tudo ao contrário.

Usando mulheres como massa de manobra, para aprovar coisas que não representam a opinião da maioria das mulheres. Com um discurso mentiroso de que é para o bem geral das mulheres, mas que junto tem todo um viés ideológico onde transforma mulheres em verdadeiros monstros.

“Eu não devo nada ao movimento de libertação das mulheres... o feminismo é puro veneno." (Margaret Tatcher)

Verônica Góes Duarte

Consagrada da Comunidade Vale de Saron

Acesse nosso Facebook e fique por dentro de todas as novidades da comunidade:
facebook.com/comunidadevaledesaron

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *