home Destaques, Formação Mulher, qual a sua virtude?

Mulher, qual a sua virtude?

Mulher, qual a sua virtude?

“Quando identificamos a virtude presente em nós e nela investimos, tornamo-nos capazes de não estacionar em nossos defeitos e feridas; ao contrário, capacitamo-nos a dar voz às inúmeras belezas que já existem em nós.” (Padre Adriano Zandoná)

É claramente visível a necessidade de encontrarmos e fortalecermos nossas virtudes. Elas são um caminho certo para chegarmos a uma felicidade verdadeira e sincera.

“Cada mulher é portadora de uma “beleza criacional”, visto que, no quadro da História, Deus a compôs para coroar a obra da criação com beleza e leveza ímpares.” (Padre Adriano Zandoná)

Quando reconhecemos nossa virtudes e trabalhamos em favor delas, começamos a aflorar coisas boas que existem em nós. Então, de primeiro momento precisamos identificar aquilo que temos de melhor, para que façamos com que essas coisas boas cresçam.

Um caminho para a virtude

Este caminho de reconhecimento é árduo e difícil, pois faz com que olhemos para dentro de nós e enxerguemos o mais fundo de nosso coração. Vemos toda a nossa trajetória, traumas, medos, aflições, aprendizados, alegrias, perdas etc. Mas é um caminho necessário para que cresçamos e enxerguemos nossas virtudes.

“A melhor forma de superar um mal é alimentando e evidenciando o bem. Da mesma maneira, a melhor forma de vencer um defeito ou ferida é desenvolvendo uma virtude.” (Padre Adriano Zandoná)

Muitas coisas podem acontecer para fazer-nos pensar que não temos virtudes em nós, e isso faz com que não nos valorizemos. Por consequência, deixamos de respeitar o ser mulher, e negamos alguns limites que são necessários para termos uma vida digna e correta.

Nós mulheres temos uma maior probabilidade em nos machucarmos emocionalmente, pelo fato de termos uma sensibilidade maior. É um jeito diferente de lidar com situações: temos mais facilidade em nos doar para os outros.

“Feridas sufocam virtudes e, infelizmente, acabam abafando o amor (sobretudo o amor próprio).” (Padre Adriano Zandoná)

Curadas para alcançar a virtude

Percebam como nosso coração e nossa alma precisam de cura. Não pensem que estou em um nível mais avançado, e que por isso consigo perceber determinadas coisas. Quando decidi começar esta reflexão, percebi que através do conhecimento também estou sendo curada.

Cada dia que passa eu não consigo ver as mulheres sendo mais valorizadas, muito pelo contrário. Cada vez nos colocam mais para baixo, e nos menosprezam. O que devemos parar de imediato é o seguinte pensamento: nós somos melhores que os homens. Esse tipo de pensamento só piora as coisas. Nesta ótica, achamos que estamos nos tornando mais livres, quando na verdade estamos cada vez mais presas.

Nos cegam com as vendas que colocam em nossos olhos, assim nos impedem de olhar para a nossa alma e enxergar o que temos de bom. Por isso precisamos parar e olhar para nós mesmas, e enxergar como somos de verdade. Não podemos ficar sufocando nossas virtudes como diz o Padre, pois desta forma abandonamos o amor próprio, o que ao meu ver é um crime.

Não podemos nos deixar enganar com essa imagem que está sendo passada sobre o que é a mulher. Não devemos pensar daquela forma, já que todas pensam - isso é um erro. Precisamos achar nossa autenticidade, nossa verdade.

Encontre sua virtude

Há muitas mulheres da bíblia que realmente sofreram injustiças, e se mantinham firmes. Não precisavam sair por aí gritando, se expondo. Elas apenas confiavam na graça de Deus. Então que você, mulher, possa seguramente voltar às suas origens, fazer um estudo sobre você mesma. Aconselho também a anotar tudo o que Deus está te mostrando, para que realmente você possa achar suas virtudes e entrar em seu processo de cura interior.

“Caminhe com esperança e sobriedade, olhando para si e para sua história com atenção, a fim de corretamente se interpretar e assim investir na cura de suas raízes mais profundas, no intuito de se tornar alguém melhor e apta a desenvolver todas as virtudes que descansam e sua alma.”(Padre Adriano Zandoná).

 

Verônica Góes Duarte

Consagrada da Comunidade Vale de Saron

Acesse nosso Facebook e fique por dentro de todas as novidades da comunidade:
facebook.com/comunidadevaledesaron

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *